Escotismo no Brasil

No Brasil, a União dos Escoteiros do Brasil, única organização reconhecida e certificada pela Organização Mundial do Movimento Escoteiro, é a instituição que dirige e acompanha as práticas escoteiras adotadas no país.

Atualmente somos quase 83 mil escoteiros: são 619 cidades que reúnem 1.291 grupos escoteiros. Levamos o Escotismo para mais de 63 mil jovens por meio do trabalho voluntário de cerca de 20 mil adultos, o que equivale a um adulto para cada três jovens. Nos últimos 10 anos, nosso efetivo cresceu cerca de 35%, alcançando todos os estados brasileiros.

Ferramenta de educação não formal, o Escotismo ultrapassa as barreiras e se firma como um movimento educacional por proporcionar aos jovens desenvolvimento em diferentes áreas, de forma sempre contemporânea e variada.

Por mais de 100 anos, temos aperfeiçoamos técnicas, ações e conteúdos para que possamos nos manter como o maior movimento de jovens do mundo.

O Escotismo alcança sua proposta educativa por meio de dois pontos-chave: o Método Escoteiro e o Programa Educativo.

ESCOTISMO NO BRASIL

Escritório Nacional

Fundada em 4 de novembro de 1924, a União dos Escoteiros do Brasil é uma sociedade civil de âmbito nacional, de direito privado e sem fins lucrativos, de caráter educacional, cultural, beneficente e filantrópico, reconhecida de utilidade pública, que congrega os grupos de escoteiros no Brasil.

A UEB iniciou sua vida pela justaposição de Federações que praticavam o Escotismo por conta própria, a Associação Brasileira de Escoteiros, com sede em São Paulo, Associação de Escoteiros Catholicos do Brasil, a Comissão Central de Escotismo e a Confederação Brasileira de Escoteiros do Mar, com sede no Rio.

Haviam elas construído seus patrimônios, suas culturas próprias e gozavam de plena independência. No primeiro Estatuto da UEB houve a preocupação em preservar a autonomia de que desfrutavam as Federações. Foram necessários vinte e seis anos para que, em 1950, se consolidasse a completa integração do Movimento Escoteiro no Brasil.

No bojo da imprescindível reforma foram extintas todas as federações, incluindo-se, obviamente, as de Terra, Mar e Ar, e se desfez a tradicional trindade encontrada na natureza e que se refletia no Escotismo brasileiro; surgiram as modalidades Básica, Mar e Ar.

A União dos Escoteiros do Brasil é a única associação reconhecida, filiada e autorizada, pela Organização Mundial do Movimento Escoteiro, a praticar o Escotismo no Brasil e se divide em três níveis:

O Nacional: com autoridade em todo o território brasileiro, é dirigido pela Diretoria Executiva Nacional, que comanda a equipe de profissionais do Escritório Nacional, com sede em Curitiba (PR);

O Regional: denominado Região Escoteira, abrange um Estado da federação, e atua como uma filial do nível nacional, sendo formado por Diretorias eleitas localmente;

O Local: constituído pelos grupos escoteiros e seções escoteiras autônomas, locais onde acontece a prática do Escotismo e o contato direto com os jovens.

Escotismo | Mundo | Brasil | São Paulo | Grande ABC


Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens